relevant to orgasm, absence of African mango diet pills african mango
jun 08

Nossa primeira postagem da seção Volta ao Mundo!

Para quem ainda não sabe, é um espaço interativo destinado aos estudantes unebianos que desejam mostrar fotos e vídeos de curta duração de municípios sede do campus da UNEB. Aqui, podem ser apresentados lugares interessantes de sua cidade: praia, praça, feira, igreja, lanchonete, rio… Enfim, o aluno é quem escolhe!

Além dos lugares que gosta, também podem ser enviadas nesta seção, as fotos e as receitas de comidas típicas de sua região. Você pode mostrar receitas fáceis, rápidas e simples de fazer, como também aquelas complicadas que precisam de truques e ingredientes difíceis de encontrar. Mostre sua culinária criativa, o ponto para que o brigadeiro não fique mole, a saborosa canjica que sua mãe faz, aquele bolo fofinho, a moqueca de dar água na boca, mande para a gente! Queremos degustar dessas maravilhas.

Quem abre essa coluna é Jéssica de Andrade! Estudante de Relações Públicas do Campus I, nossa colega nasceu em Santo Antônio de Jesus e veio para Salvador adolescente. Saudosa da sua terra natal, ela nos mostra a foto do lugar que representa a sua infância e o lugar onde morou.

Jéssica 9 anos

Jéssica 9 anos

Esta foto representa a saudade que sinto da minha terra natal: Santo Antônio de Jesus. Praça São Benedito, meu lugar favorito! Tinha 9 anos e adorava os passeio dos finais de semana, convívio entre as famílias e crianças reunidas para brincar na pracinha. Hoje a praça encontra-se totalmente diferente, está reformada e cheia de novidades, até a Igreja São Benedito foi reconstruída. Apesar das mudanças, o lugar continua sendo o “ponto de encontro” da galera! Todas as vezes que viajo, não deixo de visitar este local que até hoje é tão prazeroso e acolhedor.

Êta saudade danada da minha infância, da antiga pracinha

Um abraço para meus colegas unebianos de Santo Antônio de Jesus!!

P.S.: Alguém tem uma foto da praça atual?

Jéssica de Andrade Oliveira

Estudante de Comunicação Social-Relações Públicas

jessicaoliverp@gmail.com/ (71) 3117-2302

jun 08

Encantador. Pode parecer redundante, mas é a descrição mais apropriada para o filme Palavra Encantada. Com ar intimista e uma “simplicidade sofisticada” o documentário, que tem direção de Helena Solberg, mais que ser visto é para ser sentido. Os depoimentos trazem a sabedoria de Lenine, o temperamento e a poética de Chico Buarque, as reflexões de BNegão, a docilidade (e as grossas sobrancelhas) de Adriana Calcanhoto, a voz grave de Arnaldo Antunes, a serenidade e a força de Maria Bethânia, o fogo de Lirinha (permeado pela sabedoria popular dos cantadores sertanejos), as notas de João Cabral de Melo Neto e Fernando Pessoa e muito mais… Meio trova, meio música, meio poesia… Por que não trova, música e poesia? Por que ser um e não o outro?
Imersa em poesia, inebriante em sensações, a produção traz discussões sobre a relevância da MPB em nosso país que passou da cultura da oralidade para a cultura das imagens, sob influência dos audiovisuais, sem o cultivo da literatura. Isso tudo sem “intelectualismos”, mas com o conhecimento de figuras como José Miguel Wisnik e uma musicalidade ímpar, toda ela pura poesia… Impossível qualquer pessoa sentir e não ficar Encantada! Palavra.

…Só para lembrar: em Salvador Palavra Encantada continua em cartaz na Sala da Arte no PAC/ UFBA – Vale do Canela, às 15h40.
Por  Janine Falcão

Fonte: Google

Fonte: Google