relevant to orgasm, absence of African mango diet pills african mango
dez 23

ed-145

Dica da Semana

O Natal é sempre um momento mágico. É nesse período que muitos de nós paramos para refletir a respeito da vida e é nesse período também que o mundo se enche de uma alegria sem par. Nunca é tarde para aproveitarmos as coisas mínimas que a vida nos oferece, o brilho das estrelas, a natureza, a oportunidade de fazer bem ao próximo e declarar o amor àqueles que vivem ao nosso redor e que, de algum modo, fazem a diferença. Para curtir esse momento mágico que só acontece uma vez no ano, nossa dica está espalhada por toda cidade, nos shoppings e nos principais pontos turísticos de Salvador, como Farol da Barra, Ponta de Humaitá e Pelourinho: Luzes de Natal! Para reviver o nascimento de Cristo, repensar nossas ações, renovar as esperanças e recomeçar um novo ano de forma diferente. P

Por Equipe ASCOM, UNEB.

Para ler a TR na íntegra clique aqui!

dez 20

claudia-aragao3

Nome Completo: Claúdia Regina Dantas Aragão
Idade: 43 anos
Formação: Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas, pela UNEB
Especialização: Relações Públicas, Educação e Novas tecnologias da Informação e Comunicação e Mestrado em Educação e Contemporaneidade
Campus: I
Disciplina: Planejamento em comunicação; Planejamento em Relações Públicas; Campanha de Relações Públicas; Introdução às novas Tecnologias da comunicação e informação; Comunicação e Tecnologias educacionais e Orientação de Projetos Experimentais.

1. Por que optou pela vida acadêmica?
Na verdade, foi por incentivo de uma professora da UNEB, Itania Gomes, que hoje atua na UFBA e foi minha orientadora no trabalho de conclusão de curso, um Planejamento de comunicação para a UNEB. Na época, trabalhava numa agencia de comunicação e resolvi fazer o concurso. A UNEB, na verdade, sempre foi meu segundo lar, aqui me sinto em casa. Retornar à UNEB como professora foi um grande desafio e ao mesmo tempo muito gratificante.

2. Comente sobre sua vida acadêmica.
A vida acadêmica é um aprendizado constante e minha experiência como docente tem sido muito gratificante, apesar de todas as dificuldades que enfrentamos, gosto de estar em sala de aula e tenho um bom relacionamento com meus alunos.

3. O que a UNEB tem de bom e o que precisa melhorar?
O fato de ser uma universidade pública de qualidade, atuar em vários municípios, possibilitando uma formação superior a comuniddade baiana, destacaria como muito positivo. Mas por outro lado, esse próprio crescimento nos faz pensar na necessidade de um melhor planejamento. A carência de espaço físico é um problema grave, que inclusive dificulta o exercício da atividade acadêmica em todos os níveis: ensino, pesquisa e extensão. O DCH do Campus I, departamento no qual atuo, é o maior exemplo disso. Funcionamos com seis cursos, alguns deles como é o caso de Letras, com diferentes habilitações. Os cursos aumentaram, o número de professores e alunos também, mas o espaço físico continua o mesmo. Disputamos dois laboratórios, uma única sala de professores, não existem salas de aula sufientes nem para fazermos reuniões.

4. Por que escolheu sua especialização na área de Novas Tecnologias?
Sempre me interessei pela área e quando comecei a ministrar a disciplina Introdução às Novas Tecnologias resolvi estudar mais profundamente a temática. Fiz a especialização em Educação e Novas Tecnologias da Informação e Comunicação e, em meu mestrado também aprofundei a pesquisa na área estudando a interatividade nos ambientes de aprendizagem online.

5. Poderia apontar os pontos negativos e positivos da “febre” das redes sociais?
As TICs têm provocado diversas mudanças em nossa sociedade, de modo a reconfigurar os espaços como os conhecemos, alterando também as relações sociais contemporâneas.Poderia citar inúmeras vantagens e desvantagens, mas acho muito simplista reduzir a discussão em lado bom e o lado mau das redes sociais ou pensar num determinismo tecnológico. O lado otimista poderia dizer que essas redes aproximam as pessoas e que com elas há uma maior circulação de informação; o lado pessimista diria, exatamente, o oposto, que acarreta o isolamento, e etc. As duas posturas desvinculam essas redes da realidade social que a circunda e esquecemos, assim, que as tecnologias são artefatos culturais.
Essas tecnologias digitais são produtos das nossas intenções e propósitos e do uso que fazemos delas. Conforme o nosso uso novas construções podem ser reinventadas e não podemos esquecer que as redes sociais são compostas por dois elementos essencias: os atores (pessoas , instituições, grupos) e suas conexões, interações. As peculiaridades dessas relações, nas redes sociais, se instituem na intersecção entre os aspectos humanos e os tecnológicos, de modo que só podemos compreêndê-las se formos capazes de reconhecer e levar em conta o conjunto complexo de fatores que que está em jogo.

6. Em sua opinião, as redes sociais podem ser utilizadas pelas organizaçoes como ferramentas de comunicação?
Sim, claro, mas temos que ter alguns cuidados. O primeiro deles é fazer um diagnóstico, para perceber a real necessidade da ferramenta e não apenas aderir por modismo. Se os públicos da organização não acessam a internet, não faz muito sentido investir nesse tipo de comunicação. Ou então, será necessário um trabalho prévio de conscientização desses públicos para que eles possam fazer uso desse tipo de comunicação. Um outro cuidado é o comprometimento por parte da empresa que passa pela definição de quem será responsável pela publicação e manutenção do veículo. É importante lembrar que o conhecimento da organização, de seus valores, princípios e políticas é essencial para o gerenciamento do instrumento, além da ciência da dinâmica da web e do dia-a-dia de um veículo desse tipo. Saber ouvir as críticas e interagir é fundamental, caso contrário de nada adiantará utilizá-las.

dez 16

ed-144-copy1

Dica da Semana

Domingo, 19 de Dezembro, às 13h, no parque da Cidade, é dia de homenagear o grande compositor baiano Saul Barbosa, falecido há 3 meses. Nascido em Ilhéus, foi influenciado pela Tropicália e Bossa Nova, teve suas músicas interpretadas por grandes artistas como Gerônimo, Ivete Sangalo, Margarete Menezes e Chiclete com Banana. Para homenageá-lo grandes nomes da música: Jau, Elba Ramalho, Gerônimo, Ricardo Chaves, Adelmo Casé, entre outros. Na abertura, Corpo de Baile, Companhia de Dança de Nena Barbosa, filha de Saul, apresenta coreografia criada especialmente para a ocasião. A entrada será um 1kg de alimento não perecível. Essa é uma boa pedida para quem gosta de música de qualidade.

Por Verona Calazans, Relações Públicas da Ascom/UNEB.

Clique aqui para ver a TR na íntegra!

dez 14

Participe da campanha de Natal da UNEB: doe alimentos, roupas, brinquedos e livros! A arrecadação será doada a Casa de Apoio e Assistência aos Portadores do Vírus HIV (CAASAH).
Participe! Seja a luz de alguém! 

luzes_doacao

Clique aqui para ampliar o folder!

dez 13

cartaz_mostra-humor-em-desenho

Até o dia 22 de dezembro, estudantes do 6° semestre do Curso de Comunicação Social - Relações Públicas / UNEB realizam a Mostra Humor em Desenho. Parte integrante do Projeto Culturas Urbanas da Disciplina Língua Portuguesa VI do curso, o evento consiste em uma exposição das obras dos Cartunistas baianos Antônio Cedraz e Luis Augusto.

Para marcar a abertura da exposição será realizado um bate-papo com os dois cartunistas que falarão sobre o processo de formação/criação de seus personagens, divulgação de seus trabalhos e a utilização das suas obras como veículo de informação/comunicação. A mediação do bate-papo será realizada por André Betonassi, professor de Desenho Industrial da UNEB. O objetivo é propor um diálogo entre o Cartoon e o público universitário – da área de Comunicação, Educação, Desenho Industrial e demais interessados –mostrando as possibilidades de interação entre o gênero e os públicos, além de ser uma boa oportunidade de diversão.

O bate-papo acontecerá hoje, 16h, no auditório Jurandyr Oliveira, Departamento Educação, Campus I universidade. As inscrições estão sendo realizadas pelo e-mail: humoremdesenho@gmail.com e a taxa de inscrição é 1 kg de alimento não - perecível. Já as obras ficarão expostas até o dia 22 na Biblioteca Central e no Hall da Reitoria.

O que é? Mostra Humor em Desenho
Quando? Bate-papo: 14/12 - Exposição: 14 à 22/12
Onde? Bate-papo: Auditório Jurandyr Oliveira – Departamento de Educação/ Campus I
Exposição: Biblioteca Central da UNEB e Hall da Reitoria
Quanto? Doação de um quilo de alimento não-perecível

Mais informações: Daniela Capistrano - 81038620 / Luana Assunção: 8778-3836 / Lydia Aninger: 87785721

dez 12

flayer-uneb-dezembro1

Clique aqui para ampliar o folder.

Em pé, com um pedestal, um microfone na mão, textos autorais e muita cara de pau. Considerados a nova geração da comédia baiana, Os Donos do Riso utiliza um humor irreverente e particular ao apresentar o Stand-up comedy, também conhecido como humor de cara limpa. O objetivo é extrair graça de todas as situações, mesmo aquelas mais triviais, fugindo das chamadas piadas prontas.

Apresentações de Miguel Vieira, Paulo Prazeres e Guga Walla

O quê? Espetáculo Os Donos do Riso
Onde? Teatro UNEB
Quando? 16 de dezembro (quintas-feira), às 20h
Quanto? R$5,00 e doação de um quilo de alimento não-perecível

Mais informações: Luciana Bahia - (71) 3117-2306/ 8607-3297

dez 09

Fim de ano. Época de renovar esperanças, sonhos e planos. Para reafirmar nossos laços a UNEB convida você a participar do Luzes de Natal 2010.

Às 17h - Apresentação do Coral Cantares UNEB

Às 17h30 - Inauguração da Iluminação Natalina da UNEB

 

60-luzes-de-natal

 

Luzes de Natal 2010. É a UNEB desejando boas festas a você!

dez 09

O livro Figuras da Violência Moderna: confluência Brasil/Canadá é organizado pelos professores Lícia Soares, do Programa de Pós-Graduação em Estudo de Linguagens (PPGEL) da UNEB, Cláudio Novaes e Roberto Henrique Seidel.
O evento de lançamento será realizado pelo Núcleo de Estudos Canadenses (NEC) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e pela Uefs Editora, e acontecerá dia 9 de dezembro, às 18h, no hall da Reitoria da Uefs. Mais informações: (75) 3224-8000.

 lancamento

dez 09

ed-143

Dica da Semana

Para encerrar a semana com chave de ouro a dica da vez é o II Festival de Contra Baixo da Bahia que começou na última terça-feira e segue até amanhã, 10 de dezembro no Largo Quincas Berro D’Água, Pelourinho. O evento foi idealizado especialmente para os amantes da boa música e conta com a participação de profissionais de diversos estados do Brasil. O Festival é também uma oportunidade para os músicos que estão buscando espaço no mercado, pois, proporciona a participação e apresentação individual do público. Hoje se apresenta no circuito o baiano Cristiano Ferreira, o potiguar Sérgio Groove e o carioca Adriano Giffoni. Amanhã será a vez de Luciano PP e Alexandre Montenegro, ambos de Salvador, e do organizador Celso Pixinga. Gostou? Então não fique de fora dessa! O evento começa às 20h e a entrada é gratuita.

Por Graziele Mercês, Relações Públicas da Ascom/UNEB.

Para ler a TR na íntegra, clique aqui! 

Tags: , ,

dez 08

A você que realizou as provas do Vestibular UNEB 2001, parabéns por mais uma etapa cumprida! O próximo passo é ficar de olho no calendário do Vestibular para se informar sobre algumas datas importantes:

Os gabaritos do Vestibular UNEB 2011 já estão disponíveis, acesse: http://www.vestibular.uneb.br/ Fique atento aos códigos e cores correspondentes aos seus cadernos de provas!

O edital de convocação para a prova de Habilidade Específica – Desenho Industrial, para os candidatos classificados nas provas objetivas e redação, será divulgado no dia 16 de dezembro. A prova será realizada no dia 19 de dezembro. Acompanhe a página do Vestibular.

A divulgação do resultado sairá até o dia 20 de janeiro no site http://www.vestibular.uneb.br/, nos Diário Oficial e nos jornais de grande circulação. O Boletim de Desempenho do Candidato estará disponibilizado no site a partir de 23 de janeiro de 2011.

Então …. Boa sorte!